Informação da empresa:

Esse website (www.obrinvest.com/eu) é operado pela OBR Investments Limited, uma empresa de investimento cipriota, autorizada e regulada pela Cyprus Securities and Exchange Commission com licença CIF número 217/13. A OBR Investments Limited situa-se em 12 Archiepiskopou Makariou Avenue III, Office No. 201, ZAVOS KRISTELLINA TOWER, 4000, Mesa Geitonia, Limassol, Chipre.

 

A OBR Investments Limited é proprietária e opera a marca “OBRinvest”.

 

Aviso de risco:

Os CFDs são instrumentos complexos e apresentam um elevado risco de perda rápida dinheiro devido ao efeito de alavancagem. 73.13% de contas de investidores de retalho que perdem dinheiro quando negoceiam CFD com este fornecedor. Deve considerar se compreende como funcionam os CFDs e se pode correr o elevado risco de perda do seu dinheiro. O desempenho no passado não constitui um indicador fiável de resultados futuros. As previsões futuras não constituem um indicador fiável de desempenho no futuro. Antes de decidir negociar, você deverá considerar cuidadosamente seus objetivos de investimento, o nível de experiência e a tolerância ao risco. Você não deve depositar mais do que você está preparado para perder. Certifique-se de que entendeu completamente o risco associado ao produto previsto e procure assessoria independente, se necessário. A OBRinvest não emite pareceres, recomendações ou opiniões em relação à aquisição, obtenção ou alienação de qualquer produto financeiro. A OBR Investments Limited não é um consultor financeiro, e todos os serviços são prestados em uma única execução. Por favor leia nosso documento de Divulgação de Risco.

 

Restrições Regionais

A OBR Investments Limited oferece serviços dentro do Espaço Econômico Europeu (exceto a Bélgica) e Suíça.

 

A OBR Investments Limited não emite pareceres, recomendações ou opiniões em relação à aquisição, obtenção ou alienação de qualquer produto financeiro. A OBR Investments Limited não é um consultor financeiro, e todos os serviços são prestados somente para fins de execução.

Alavancagem e margem

Por vezes as pessoas ficam um pouco confusas quando se discute margem e alavancagem. Não obstante as duas estarem intrinsecamente ligadas, são, na verdade, diferentes. Margem designa o dinheiro emprestado que é usado para investir em ativos financeiros, ao passo que a alavancagem refere-se ao ato de assumir dívida. Trata-se de uma diferença subtil, mas concreta.

Com uma conta de margem, pode pedir dinheiro emprestado ao seu corretor com uma taxa de juro fixa. Esse dinheiro emprestado pode ser usado para comprar quaisquer ativos que o corretor disponibilize. O objetivo final ao usar a margem é pedir emprestado capital à taxa de juro mais baixa e, em seguida, receber um maior retorno através dos seus investimentos.

A margem é usada para criar alavancagem.

O que é a alavancagem?

A alavancagem é aquilo a que nos referimos quando o capital emprestado é usado para aumentar os lucros potenciais de qualquer investimento ou negociação que fazemos nos mercados financeiros. Obviamente, a alavancagem não é sinónimo de lucros. Uma negociação alavancada também pode dar para o torto, originando perdas maiores do que seria o caso sem alavancagem. Por isso, o uso da alavancagem está sempre associado a um maior nível de risco. É importante o uso de técnicas de gestão de risco quando se utilizar a alavancagem, porque esta pode aumentar tanto os lucros como as perdas.

O que é a margem?

Por margem entende-se pedir dinheiro emprestado ao corretor, para aumentar o poder de compra. Quando a margem está disponível, um negociador só precisa de avançar uma pequena parte do capital próprio num investimento. Esta pequena parte é a chamada margem inicial ao abrir uma negociação e pode ser de escasso 1% ou menos do valor da negociação.

A negociação com margem pode ser benéfica se usada corretamente, no entanto, também aumenta os riscos inerentes à negociação, pois cria o potencial de se perder todo o valor da conta numa só negociação. Se for classificado como cliente profissional, ainda pode perder mais do que o valor da conta e seria obrigado a fazer depósitos adicionais para cobrir o défice.

A quantidade de margem numa negociação depende dos requisitos de taxa de margem do corretor. Este montante também é diferente para cada classe de ativos, por isso os negociadores frequentemente conseguem uma margem maior em negociação Forex do que a negociar ações.

Vantagens

A negociação com alavancagem e margem faz aumentar o risco, mas pode valer a pena, uma vez que também proporciona as seguintes vantagens:

Aumento do retorno potencial – A vantagem mais importante da utilização da margem é o potencial de aumentar significativamente os lucros obtidos em negociações que corram a seu favor.

Taxas de juro mais baixas – Quando comparado com empréstimos junto de outras fontes, as taxas de juro na negociação com margem são muitas vezes as mais competitivas que há.

Evitar violações da conta de liquidez causada por descobertos – Comprar e vender títulos e opções numa conta de liquidez pode deixar descobertos, uma vez que normalmente são precisos dois dias úteis para liquidar as transações feitas. Em alguns casos, isso pode levar a uma violação de boa-fé e, se isso ocorrer três vezes, o corretor poderá instituir uma restrição de 90 dias. A utilização de margem ajudará a evitar essas violações.

Flexibilidade da negociação – Ser capaz de abrir posições com quantidades de capital disponível menores pode permitir-lhe tirar partido de mais oportunidades oferecidas pelos mercados.

Diversificação – Como já foi mencionado, o poder da margem pode permitir-lhe abrir posições adicionais na negociação que, por sua vez, podem dar-lhe uma maior diversificação, já que as suas posições deixam de estar tão concentradas.

Opção de financiamento mais fácil – Se a sua conta já tiver margem aprovada, constitui uma forma fácil de financiar as suas necessidades sem o incómodo de papelada adicional ou de taxas de empréstimos.

Desvantagens

A Margem é um recurso útil e prático, mas não está isento de riscos. Tal como outros tipos de dívida têm riscos de financiamento, pagamentos de juros e redução da flexibilidade nos rendimentos futuros, os empréstimos de margem sofrem dos mesmos problemas. Os dois maiores riscos, porém, são o risco de alavancagem e o riscos de «margin call».

Risco alavancagem – A margem pode aumentar os retornos, mas também pode igualmente aumentar as perdas de uma forma dramática.

Risco de «Margin Call» – Quando está a negociar com margem, o corretor vai exigir que mantenha uma percentagem específica de capital próprio na sua conta. Se o seu património cair abaixo desse limite, será aplicada uma «margin call» e será obrigado a depositar fundos adicionais ou enfrentar o risco de as suas posições serem fechadas pelo corretor, apesar das eventuais perdas atuais.

* 1:400 aplicável apenas a clientes profissionais. Para clientes de retalho, a alavancagem é até 1:30.

% concluído

Métodos de pagamento
A fim de realizar um depósito, primeiro você precisa verificar a sua conta.
Seu arquivo foi rejeitado. Por favor contate o apoio ao cliente.
Compreendo

Caro(a) ${UserName},

Esta ação não está disponível na conta de demonstração.
Mude para a conta real, aprovisione-a e comece a negociar.

Financie sua conta

Essa seção está aberta apenas para clientes, inicie sessão ou registre-se